Tentou matar mas não tinha pontaria

Bate-boca escalou a tiroteio

A cena terá tido origem numa troca de palavras mais azedas em frente a uma escola Tailandesa. Um grupo de estudantes encontrava-se na entrada.

Ao que tudo indica, o homem de amarelo terá tido uma troca de palavras menos amigável com o grupo de estudantes que se encontram junto às motas.

O homem aproxima-se e apercebem-se que alto estará para acontecer. O homem parece confiante e tem algo escondido.

A dada altura, leva a mão ao bolso. Os jovens fogem de imediato. O atirador ainda aponta a um deles mas não acerta a ninguém.

Devem ter levado tempo a recuperar do susto. Resta saber se foi falta de pontaria ou se a arma era de alarme e apenas fazia barulho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*
Website